Na semana passada, falamos sobre como atrair a atenção do seu público-alvo. Agora, ainda seguindo o que chamamos de Ciclo Completo do cliente, o próximo passo, seria capturar as informações. Até por que… Não faz muito sentido conseguir atrair essas pessoas e não retê-las, certo? Mesmo que momentaneamente. As pessoas sempre podem mudar de ideia ou perder o interesse, por melhor que seja nosso trabalho; ossos do ofício!

Para capturar, é necessário duas coisas:

  1. Ter uma página de captura (landing page, splash page, página de pouso, como você preferir chamar) com um formulário;
  2. Saber quais campos você deseja usar para capturar os dados.

Parece óbvio, mas o ponto 2 nem sempre é claro para quem está por trás da construção da sua automação e tem pouco ou nenhum conhecimento de causa. Muitas vezes pensamos que, quanto mais informação, melhor. E por outras pensamos que nos basta o email.

Cada opção, e seus intermediários, têm diferentes consequências. Vejamos quais são:

  1. Se eu peço muitas informações, eu reduzo o número de contatos que entram. No entanto, aumento a qualidade dos contatos. Quando eu digo qualidade, me refiro à probabilidade dessa pessoa tornar-se meu cliente.
  2. Se eu reduzo o número de campos no meu formulário, mais leads se cadastram. No entanto, eu reduzo junto a qualidade deles, trazendo leads menos prontos para se tornarem meus clientes.

 

“Como determinar a melhor opção?”

A resposta é simples, porém misteriosa:  Depende!

 

Depende do seu objetivo, da sua estratégia, do seu produto e, muitas vezes, do seu preço.

Se você tem um produto com um preço inicial muito alto, talvez não seja interessante ter tantos leads. Também, se você deseja encurtar o caminho da captura à compra, talvez seja interessante filtrar pela qualidade.

Agora, se seu produto tem um preço menor e é mais abrangente, como um removedor de manchas, você pode diminuir a qualidade do lead tranquilamente.

Como disse, cada um terá suas consequências.

Outros pontos importantes no momento da captura:

1. Ter claro o que acontecerá a partir do momento que irão preencher aquele formulário e enviar.

O que estes leads irão receber?
Por quanto tempo vamos nos comunicar?
Qual será a frequência dessa comunicação? *

(prática pouco empregada, mas que deveria entrar como via de regra)

2. Ter uma boa página de obrigado que mostre exatamente o que deve ser feito a partir de agora. Ex.: buscar o email que foi enviado, procurar nas pastas de promoções e/ou spam, adicionar seu endereço ao whitelist do servidor e outras – também variam de acordo com seu negócio e estratégia.

Podemos ter diferentes tipos de contatos, qualificados ou não, com diferentes informações dentro da minha base de dados e criar diferentes tipos de comunicação para eles.

Pois, assim como na atração, quem não está pronto para compra ainda, não deve ser deixado de fora.

 

*Pedir mais informações e não usá-las como segmentação e para criar comunicações diferentes gera apenas uma barreira. Só peça o que de fato você vai usar!!

 

Quer Começar a Planejar

O seu Ciclo Completo do Cliente

AGORA?

Vem com a gente

por apenas R$13,90!

 

O Autor, Fábio Hansen

O Autor:
Fábio Hansen – Arquiteto-Chefe de Automação

Formado em cinema pela PUC-RJ, logo mudou o rumo de sua carreira ao iniciar o trabalho na Babel-Team como assistente do Jorge Aldrovandi. A partir de 2011, iniciou sua trajetória na Automação de Marketing & Vendas, certificando-se como Consultor Infusionsoft.

Quero acompanhar as novidades

8 comentários sobre “Como Capturar Mais Leads Interessados Para o Seu Negócio

    1. Karyne,

      Vai depender do seu público. É melhor entender quem é seu público e como eles gostam de consumir o conteúdo.

      Você sabe bem quem é sua persona?

    1. Karyne,

      Mais uma vez: depende da sua persona, se são pessoas de classes mais carentes, vão ter dificuldade de pagar quase qualquer valor.

      É melhor entender quem é seu público, pra poder formatar o seu produto para adequá-los!

    1. Eliane,

      Acho que você deve analisar as funcionalidades que oferecem, usabilidade de cada ferramenta e a taxa que cobram e você vai poder decidir qual se encaixa melhor na sua necessidade!

    1. Rosangela,

      Essa questão varia muito de acordo com o público. Por exemplo, se são empresários, o LinkedIn talvez seja a melhor opção. Se são jovens, Instagram vai ser uma opção mais viável. Então, não há uma que seja a melhor de forma geral, e sim, a melhor para o seu público. Espero ter ajudado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.